Matando Sessões KILLED

Algumas vezes sessões ficam “presas” no banco de dados com status KILLED. Elas estão/são mortas e mesmo assim não desaparecem da gv$session, ficam como “zumbis”. Algumas podem até impedir o shutdown do banco de dados. Aqui vamos ver como resolver isso.

Felizmente resolver este problema não é complicado, mas temos que verificar algumas coisas antes de sair matando os processos do Oracle. De forma resumida (e bem resumida) toda a conexão feita pelo usuário ao banco de dados cria um processo no servidor que fica responsável por fazer a comunicação com o kernel do banco de dados. Ao finalizarmos este processo a conexão do usuário é terminada e o Oracle libera a sessão do usuário.

Continue lendo…